ALUGUEL DE AÇÕES

Alugar ou emprestar ações destina-se a investidores de longo prazo em títulos de empresas sólidas. Ao emprestar suas ações os aplicadores recebem, além dos proventos deliberados pela empresa (valorização, dividendos, bonificações e subscrições), uma taxa de remuneração pelo empréstimo. Os tomadores, geralmente administradores de carteiras, tomam ações emprestadas para ter uma garantia no caso de venda a descoberta ou quando o tomador acredita que o valor de uma ação vai cair. Se a expectativa estiver correta, vende-se o ativo emprestado e aplica-se o dinheiro. Mais tarde, recompra-se o ativo vendido e devolve-se ao doador, ganhando a diferença.

AdSense